“Muitas pessoas têm álbuns de estreia realmente bem sucedidos e não conseguem repetir isso nunca. Eu não queria cair nesse campo”, contou o inglês, em entrevista à Billboard, em uma matéria de retrospectiva de 2014.

“Eu queria seguir o mesmo caminho, mas quando você tem Pharrell Williams ou Rick Rubin ou Benny Blanco indo a um show seu e dizendo ‘devíamos trabalhar juntos’, você não pode dizer não. Espalhei minhas asas musicalmente, mas ainda sou eu no núcleo”.

O disco surpreendeu Sheeran e estreou no topo da parada do Reino Unido, dos EUA e de tantos outros países. Foram mais de um milhão de cópias vendidas no Reino Unido (o mais vendido do ano) e mais de 520 mil nos EUA.

Fique ligado no nosso canal do youtube!

DEIXE UMA RESPOSTA