Demi Lovato
Getty Images

De acordo com informações do TMZ, Demi Lovato viveu um verdadeiro momento de sorte no dia de sua overdose.

Tudo ocorreu no dia 24 de julho, há quase um mês atrás, por volta das quatro da manhã quando, de acordo com o portal, ela teria enviado uma mensagem para seu traficante ir à sua casa.

As fontes do TMZ informaram que Demi estava em um after party que aconteceu após o aniversário de uma pessoa próxima, no Saddle Ranch, Sunset Strip.

Após enviar a mensagem para o traficante, a artista foi para casa receber a droga. De acordo com o TMZ, o entorpecente era o Oxicodona em uma folha de alumínio.

Contudo, a droga não era apenas essa. O traficante tinha o hábito de comprar drogas do México e neste caso, o Oxicodona estava misturado com Fentatil, mesma droga responsável por matar Prince e Lil Peep.

As informações ainda dão conta de que o traficante fugiu quando percebeu que Demi estava com a respiração pesada e aparentemente desmaiaria em sua casa.

Este traficante, novamente de acordo com o TMZ, seria traficante de Demi desde o mês de abril.

A sorte da artista, como citado no início, foi que um de seus funcionários da equipe lhe encontrou na cama por volta de 11h30 da manhã.

Ela ficou hospitalizada por duas semanas e precisou ser internada em uma clínica de reabilitação em outro estado.

Demi Lovato e sua mãe foram para Chicago para ser tratada com um especialista em saúde mental, a fim de lhe ajudar a se livrar do vício.

Traficante de Demi Lovato foi preso um mês antes de conhecê-la

As informações dão conta de que o homem que usou drogas com Demi pouco antes de sua overdose já é conhecido da polícia norte-americana.

No último mês de março, um mês de antes de começar fornecer drogas para a artista, o homem foi preso com um estoque de armas, drogas e dinheiro.

Os policiais encontraram Brandon Johnson em North Hollywood com drogas, uma pistola semi-automática carregada além de estar em posse do equivalente a R$ 40 mil reais.

Ao chegar na casa do traficante, os policiais encontraram mais armas, drogas além de munição. Em junho, um mês antes da overdose de Demi, Johnson havia sido preso novamente, acusado de dirigir bêbado e por porte de cocaína.

Fontes do TMZ se mostram confusas em relação ao real relacionamento de Demi e Brandon, já que há quem diga que eles chegaram a namorar, enquanto outros negam.

Fique ligado no nosso canal do youtube!

DEIXE UMA RESPOSTA