Demi Lovato
Demi no VMA 2017

A situação de Demi Lovato não está muito animadora. A artista de 25 anos que recentemente sofreu uma overdose ainda está internada.

De acordo com informações do portal TMZ, que noticiou em primeira mão a overdose, Demi Lovato está passando por complicações.

Sob observação no hospital Cedars-Sinai Medical Center, em Los Angeles, Demi ainda não foi liberada pelos médicos porque ainda não está completamente recuperada. Além disso, não existe previsão para sua liberação.

As complicações atuais que acometem a artista é a febre alta, forte enjoo e outros sintomas de quem se recupera deste tipo de problema.

Demi Lovato e a overdose

Segundo a fonte do TMZ, Demi “poderia ter morrido” se não tivesse sido atendida a tempo. De acordo com o portal, o tipo de overdose que a artista teve foi grave e, pelo fato de estar desacordada, Lovato poderia ter passado por outros problemas mais graves.

Os amigos de Demi que chamaram a ambulância teriam solicitado que a ambulância que lhe salvou tivesse as sirenes desligadas.

Após ser levada, Demi recebeu os primeiros socorros e acordou somente horas depois. Ela teria, de acordo com a fonte do TMZ, negado receber qualquer ajuda de sua equipe, que lhe havia sugerido uma internação de precaução numa clínica de reabilitação.

A Revista People apurou que a mãe de Demi já tinha preocupação com a saúde da filha e se sentia “impotente” para fazer algo em relação a isso. “Ela tem zero poder sobre a filha”, disse.

Dianna De La Garza, mãe da cantora de “Cool For The Summer” revelou em seu livro “Falling With Wings” que tem uma relação conturbada com Lovato.

“Toda noite eu colocava o despertador para 2h da manhã. Se ela não estava em casa, eu ligava até que ela entrasse pela porta da frente. O que você fala para a sua filha quando é ela que está pagando a maioria das contas?”

Fique ligado no nosso canal do youtube!

DEIXE UMA RESPOSTA